Think with Google: Inteligência artificial e os melhores insights

maxisite_blog_02042019Dados do Google revelaram que 60% das empresas está em fase de implementação da inteligência artificial. – Leia também Think with Google: inteligência artificial e futuro sustentável Pois é, parece que a inteligência artificial está com tudo! E não é à toa, já que há uma série de novidades pra lá de interessantes relacionadas às iniciativas de marketing. – Leia também Marketing digital: 10 previsões globais para 2019.

Agora você deve estar se perguntando o que a inteligência artificial pode acrescentar ao marketing, já que uma máquina não pode entender sentimentos como humanos. Evidente que não na mesma proporção, mas compreende que a tristeza é próxima da melancolia e bem distante da felicidade, por exemplo. Essa percepção tem diversas aplicações no marketing, desde a análise de sentimentos nas mídias sociais até o atendimento do consumidor. Outro exemplo de como a IA pode ser utilizada é no atendimento prioritário de emails. Como assim? A partir de insights a respeito das emoções, a empresa pode encontrar a pessoa mais capacitada para lidar com cada tipo de emoção. A rapidez desses insights está cada vez maior e consequentemente a resposta ao consumidor.

O machine learning é uma tendência nas empresas que se preocupam com a otimização e tem sido amplamente utilizado para aprimorar as estratégias de marketing digital. – Leia também: 5 regras do Machine Learning. Em testes recentes, pesquisadores do Google descobriram padrões comuns dos melhores anúncios, ou seja, quando os usuários pulavam partes do vídeo no Youtube. Isso permitiu que fossem feitas otimizações de conteúdo, algo muito pertinente para fazer dar certo o vídeo.

Em anúncios de batons, por exemplo, o Google descobriu  que os pincéis têm maior retenção do que o lápis labial. Da mesma forma que em vídeos de beleza as mulheres de cabelos castanhos ou escuros capturam mais atenção do que as mulheres loiras. Além disso, o Google também descobriu que usar modelos e supermodelos funcionam melhor. A partir daí surgiu uma pergunta relacionada a IA, que foi a seguinte: qual a diferença entre uma modelo e uma supermodelo para uma máquina? A resposta descoberta foi cabelos ao vento, ou seja, basta ligar o ventilador. Este insight demorou menos de 10 minutos para ser obtido.

Futuramente será possível não só usar os insights, mas a IA para acelerar a obtenção desses dados, como já acontece em alguns lugares do mundo.

Conheça o nosso trabalho: www.maxisite.net

Maxisite

Atuando no mercado brasileiro desde 1999, nós da Maxisite.net acreditamos que a comunicação eficaz na era digital, realizada com rapidez e funcionalidade, é capaz de fazer com que a sua empresa atinja o máximo do seu potencial. Contamos com uma equipe altamente treinada e qualificada para o desenvolvimento de uma comunicação integrada, sempre em sintonia com as constantes inovações do meio digital.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *